WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de antendimento ao Associado está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
Olá, como posso ajudar?

Buscar Fornecedor:

165 anos: ACM debate papel das entidades de classe

 

Trazendo à tona as discussões sobre o papel das entidades de classe do Estado, a Associação Comercial do Maranhão deu início à programação dos 165 anos de fundação, nesta quarta-feira, dia 14, no Palácio do Comércio. O Painel “Desafios e Oportunidades das Entidades de Representação Empresarial” reuniu no debate a presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Maranhão-FCDL, Maria do Socorro Teixeira Noronha; o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Maranhão-FAEMA, Raimundo Coelho de Sousa; o presidente da Federação das Associações Empresariais do Maranhão-FAEM, Hélio Rodrigues Araújo e o presidente da ACM, Felipe Mussalém, sendo mediado pelo jornalista Adalberto Melo.

A principal demanda do painel foi a necessidade de as entidades de classe serem ouvidas pelos setores sociais. Para o presidente da ACM, Felipe Mussalém, a entidade se coloca à disposição do poder público para ser uma instância consultiva e colaborar em projetos e ações do governo estadual e município, apresentando, assim, os anseio da classe empresarial. “Queremos ser ouvidos e consultados”, disse Mussalém.

Também foi levantada a questão da real importância das entidades de classe para o associado e qual valor essas entidades geram. Na opinião do presidente Felipe Mussalém, um dos principais valores é a criação de um ambiente propício para networking entre os empresários, como também com uma aproximação com os poderes públicos, através de pautas levantadas pelas entidades. “Esses valores também estão nos serviços, como por exemplo, na ACM, a Câmara de Mediação e Arbitragem Empresarial, o Sicoob, emissão de certificado digital, palestras, encontros e Rodadas de Negócios”, destacou.

Para a presidente da Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas do Maranhão – FCDL, Socorro Noronha, a solução para o futuro da classe empresarial é o associativismo. “Unidos, os empresários têm mais chances para alcançar conquistas”, destacou. Além disso, Socorro Noronha destacou a gama de serviços ofertados pelas entidades e que o empresário também tem acesso a informações privilegiadas de várias esferas sociais.

O presidente da FAEMA – Federação da Agricultura e Pecuária do Maranhão, Raimundo Coelho, que também é presidente do Conselho Deliberativo do SEBRAE-MA, relatou que o setor agrícola possui gargalos particulares, como por exemplo a distância física entre seus associados. “Nosso desafio é levar a informação a todos os nossos associados onde quer que estejam”. Entretanto, ele destacou como diferencial a criação do SENAR – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, que leva valor ao associado, como por exemplo a capacitação.

O presidente FAEM – Federação das Associações Empresariais do Maranhão, Hélio Araújo, frisou a importância de manter um canal de comunicação eficiente com o empresário, para que ele, de fato, possa entender e assimilar os valores da entidade. “Isso tem se tornado cada vez mais difícil por conta da grande quantidade e a velocidade da informação que chega à sociedade e ao empresário de forma mais específica”, destacou.

Para o ex-presidente da ACM, empresário Carlos Gaspar, a ACM é a única entidade no Estado que, de fato existe e atua em todo o seu tempo de vida, ou seja, 165 anos, com a capilaridade e legitimidade para se posicionar em prol do empresário. “A ACM não apenas existe, mas ela atua de forma contínua e com protagonismo na classe empresarial desde sua fundação”, destacou.

Simplício Araújo, secretário de Estado de Indústria e Comércio do Maranhão, destacou que a história da ACM é uma construção de várias mãos, com muitas lutas e grande crescimento. “Temos muito respeito pela ACM e toda a sua história”, afirmou.

A programação do mês também inclui Sessão Solene na Câmara dos Vereadores, proposta pelo vereador Ricardo Diniz (PRTB/MA), no dia 20 de agosto, às 14h; a Solenidade Magna pelos 165 anos da ACM, dia 21 de agosto, às 19h30; e Sessão Solene na Assembleia Legislativa, dia 23 de agosto, às 14h, de proposição do deputado estadual Adriano Sarney (PV/MA).