Aguarde...

Comércio Exterior e cultura de negócios no Chile em pauta na plenária da ACM

Na primeira plenária do ano, a criação da Câmara de Comércio Exterior da ACM e um debate sobre cultura de negócios internacionais no Chile


Com a participação dos empresários André Mendonça (Grupo Lavamatic) e Oswaldo Pflueguer (Harms&Cia Ltda), a Associação Comercial iniciou ontem, 07/02, as discussões para a criação de uma Câmara de Comércio Exterior no âmbito da entidade.

Durante a Plenária semanal da entidade foram dados os primeiros passos nesse sentido, a partir do relato das experiências dos dois empresários nesse campo.

A ideia é unir forças com iniciativas que já acontecem por parte da iniciativa privada, experiências das quais participam Mendonça e Pflueguer, e buscar também uma articulação com ações que vem sendo empreendidas no setor público.

A iniciativa é considerada importante para impulsionar a participação dos empresários locais no comércio exterior e unificar ações que hoje ocorrem de forma pontual e isolada. O objetivo maior é fomentar o aproveitamento, por parte do empresariado, de oportunidades, por exemplo, para compras em conjunto.

Segundo Oswaldo Pflueguer, que discorreu sobre procedimentos usuais nas negociações internacionais, “o desafio é tirar da teoria e colocar em prática a experiência de uma Câmara de Comércio que pode ser muito proveitosa para o empresariado local”.

André Mendonça e Oswaldo Pflueguer relataram o andamento das ações para concretizar a Câmara e destacaram a necessidade de união dos empresários em favor desse projeto, que pode facilitar muito a inserção com mais chances de sucesso.

“Estamos nos associando à iniciativa com o propósito de gerar negócios e oportunidades para os nossos sócios. Como empresários, precisamos saber como atuar e como tirar proveito das oportunidades que o mercado de importações oferece, com o suporte de pessoas abalizadas nesse campo”, afirmou o presidente Felipe Mussalém.

Mercado chileno

Também destaque da plenária, a exposição feita pela consultora Carolina Pinheiro, sócia da BRI Consulting, uma das referências em negociações internacionais no mercado chileno. A empresa se destaca pelo suporte a empreendedores brasileiros que atuam naquele mercado.

Abordando a cultura de negócios internacionais do Chile, Carolina Pinheiro traçou um panorama da economia daquele país, mostrando vantagens competitivas e a inserção nos principais mercados internacionais.

De acordo com ela, o Chile é hoje uma das economias mais inovadoras e uma das que mais se destaca nas negociações internacionais. Por meio de acordos de livre comércio, associados a políticas públicas de tributação e suporte legal que são referências no continente, o Chile alcançou lugar de destaque nas negociações comerciais em escala global, oferecendo atrativos para investidores em diversos segmentos e amplas oportunidades para parcerias comerciais.

“Os padrões de negociações praticados, indicadores sólidos que garantem confiabilidade, a adoção de políticas de proteção e incentivo a investidores, a flexibilidade da legislação, a estabilidade econômica e política e objetivos bem definidos com relação à inserção no mundo global, fazem do Chile um país com uma economia vigorosa, que cresce com segurança, detendo atrativos para investimentos e oportunidades em diversas áreas. Trata-se de um dos países mais destacados na economia mundial”, completou a consultora.

Lembrando que a BRI Consulting é a empresa parceira da ACM na organização da Missão Internacional que a entidade promove para o Chile, no período de 31/05 a 03/06/18.




Listar notícias